23.11.07

Incêndio no ermitério

Estava o ermita a tirar as suas batatinhas fritas do lume quando tocou o telefone; era a tia do ermita. Conversa pra cá, conversa pra lá, e entretanto o óleo continuava com o lume aceso. Quando o ermita finalmente desligou, já estava tudo a arder, com uma fumarada do caraças e um cheiro pestilento pela casa toda. Apagado o fogo, o resultado foi este:
...e é preciso um gajo chegar a esta idade pra fazer uma asneira tão básica. Isto já deve ser do Alzheimer...

1 comentário:

Julia disse...

Oh Isa chama os bombeiros...